Segurança na rede WiFi: 6 medidas para proteger a empresa

Segurança na rede wifi

Você já se perguntou, alguma vez, se há segurança na rede WiFi da sua empresa? Pois é, muitos gestores se preocupam tanto com questões financeiras e tecnológicas para a companhia, mas se esquecem do básico: a proteção da internet sem fio.

E o pior de tudo em relação a isso é que, se mal protegida, ela pode ser a “porta de entrada” para ataques cibernéticos. Diante disso, o que acha de adotar medidas de segurança para proteger sua rede? Veja as nossas dicas!

1. Troque o nome para garantir a segurança na rede WiFi

Logo após a contratação do serviço e instalação da internet, solicite que sua equipe de TI faça a mudança do nome da rede. Caso você não possua funcionários da área, solicite a ajuda de uma pessoa de confiança que entenda do assunto.

Também é importante esconder a sua rede. Por exemplo, se você tem um escritório e qualquer pessoa consegue visualizar o nome “visitantes”, esse é o nome SSID na rede. Ao escondê-lo, ele só será visto por quem conhece a rede WiFi.

Como fazer isso? Acesse as configurações do roteador e encontre a função “Hide the network (ocultar a rede) ou nomes semelhantes a esse como “Hide SSID”. É só ativá-la e pronto!

Por que fazer essas mudanças? Muitos hackers conhecem os nomes utilizados pelos fabricantes e, com isso, podem desvendar facilmente o modelo do seu roteador. Como consequência, essa situação abre brechas para ataques firmware do equipamento e acesso às informações confidenciais do negócio. Por isso, fique atento a todos os detalhes para ter mais segurança na rede WiFi da companhia.

2. Mude a senha frequentemente

Para garantir a segurança na rede WiFi é importante ter disciplina. Como assim? É imprescindível utilizar uma senha forte e trocá-la com certa frequência. Para exemplificar, esqueça a ideia do 1,2,3,4,5. É preciso investir no uso de letras maiúsculas e minúsculas, números e símbolos (*_#@$).

Outra dica é trocar o nome do administrador de vez em quando. Afinal, não custa dificultar a ação de invasores, certo?

3. Adote o uso de criptografia e tenha mais segurança na rede WiFi

Aposte na criptografia para manter a segurança da rede WiFi da sua empresa. Para tanto, acesse as configurações da rede e escolha o “WPA2”. Assim, você utilizará um modelo de criptografia forte e difícil de ser decifrada.

Cloud Backup para empresas

Qual a vantagem? Como você não consegue controlar exatamente todas as pessoas que tentam acessar a rede WiFi, a criptografia barra a entrada de usuários e protege as informações da sua empresa.

4. Cuide com os dispositivos que conecta

Outro detalhe importante, mas que muitas pessoas esquecem, é o uso de aparelhos no roteador ou computador. Como assim? Muitos roteadores permitem “plugar” outros dispositivos na sua máquina para exercer alguma atividade. Todavia, sem você saber pode acabar inserindo algum equipamento com vírus e infectar toda a rede de internet.

5. Desative o WPS

O Wifi Protected Setup favorece a conexão à rede WiFi sem o uso de senha. Geralmente, ele vem habilitado de fábrica no roteador, por isso, é fundamental desativá-lo logo após a instalação da rede sem fio. Essa medida simples garantirá muito mais segurança na rede WiFi da empresa.

6. Atualize o Firmware do roteador

O roteador tem um sistema operacional que precisa ser atualizado com frequência, de preferência uma vez ao mês. Para isso, deve-se fazer o update de firmware na internet. Essas atualizações corrigem falhas de segurança e evitam que o equipamento fique aberto para o acesso de estranhos.

É importante se lembrar de que ao garantir a segurança da rede WiFi você evita o acesso aos dados da empresa e, ainda, impossibilita que hackers cometam crimes utilizando a sua conexão. E então, este post foi útil para você? Compartilhe esse conhecimento nas redes sociais para ajudar outras pessoas!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Precisa de ajuda? Ligue +55 49 3025.1900 ou

Converse conosco

top