Segurança da informação na empresa: vale a pena investir?

Segurança da informação na empresa: vale a pena investir

Falar de segurança da informação geralmente nos remete a termos e pautas como hackers, invasões, vazamento de dados e informações, ferramentas como firewall e antivírus, afinal é isso que geralmente grandes meios de comunicação divulgam em relação ao assunto.

Contudo, é bom lembrar que segurança da Informação é muito mais do que isso. Entenda o conceito e por que investir nessa área!

Afinal, o que é segurança da informação?

A segurança da informação tem como fundamento uma família de normas. As principais são a ISO (International Organization for Standardization) no exterior e a ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), da série 27000.

Os conceitos chave estão descritos na ISO 27001, que define: segurança da informação é a proteção contra qualquer tipo de ameça à informação de uma organização (de qualquer natureza, ramo ou tamanho), garantindo, assim, a continuidade dos negócios e operações.

Além disso, a definição de segurança da informação da norma ainda conta com uma definição que poucas pessoas lembram ou conhecem e que pode ser um importante apoio ao negócio da empresa. Ela diz que a prática deve auxiliar na diminuição de possíveis prejuízos e perdas e maximizar os retornos sobre investimentos. Ousado não? Mas essa ousadia só é possível porque tudo na Segurança da Informação é pensado nas atividades e processos de negócio.

O foco dessa proteção e otimização prioriza três aspectos da informação: confidencialidade, integridade e disponibilidade, também conhecido pela sigla CID. Sempre que abordamos Segurança da Informação, abordaremos também desses 3 pilares.

Confidencialidade

A confidencialidade traz para a empresa a certeza de que as suas informações serão acessadas somente por pessoas autorizadas. Ou seja, aquelas que de fato precisam do acesso.

Em tempos de mercado cada vez mais acirrado e concorrido, onde os detalhes de produtos e serviços devem ser guardados e jamais vazarem para concorrentes, a confidencialidade é peça fundamental na garantia de liderança e diferenciação de mercado.

Integridade

A integridade, por sua vez, é encarregada de atestar que a informação é a mesma desde o momento que foi gerada até seu descarte. Isso indica que ela não sofreu modificações indevidas ao longo do caminho. Tem muito a ver com o chamado ciclo de vida da informação.

Disponibilidade

Outro diferencial de mercado para qualquer organização! Do que adianta termos um excelente produto ou serviço, se ele não estiver disponível exatamente no instante que o cliente quer?

A disponibilidade visa garantir que a informação estará totalmente acessível, quando a sua utilização for requisitada. A disponibilidade ainda está fortemente relacionada a outros conceitos, como continuidade de negócios.

Vale a pensa investir em segurança da informação?

Sim, vale! Conforme mencionado anteriormente, tudo na segurança da informação é pensado nas atividades e processos do negócio, além da tarefa de minimizar prejuízos e otimização de resultados, que também vimos acima. Toda empresa quer isso não é mesmo?

Ou seja, as vantagens de se investir em segurança da informação estão justamente no seu conceito chave e em seus três principais atributos. Sem falar em outros requisitos como o ciclo de vida da informação, classificação da informação etc. Eles podem, portanto, levar mais qualidade aos processos do dia a dia de uma empresa, fazendo com que ela se organize melhor.

Com essas boas práticas já definidas e utilizadas corretamente, o uso de ferramentas como firewall, controle de acesso à internet, controle de produtividade, VPN e segurança de e-mail fica facilitado. Com isso, falta apenas escolher um parceiro que tenha experiência e qualificação adequadas para ajudá-lo a colocar o conceito em prática!

É um caminho árduo, que (ao menos de início) não deve ser trilhado sozinho, pois a empresa precisa manter o foco nas suas atividades essenciais.

Eis o motivo da escolha de um parceiro ou empresa especializada, que também deve ter a expertise para fazer a leitura das expectativas e necessidades da organização e apontar onde elas serão encontradas nas ferramentas.

O retorno no investimento com certeza virá a médio e longo prazo. Ele está diretamente relacionado à otimização de processos e aumento da qualidade dos produtos e serviços ofertados pela organização.

Ainda tem dúvidas? Deixe um comentário!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Precisa de ajuda? Ligue +55 49 3025.1900 ou

Converse conosco

top