Qual o custo de ter um site para minha empresa?

Você – melhor do que ninguém – sabe que manter uma empresa funcionando gera muitas despesas para o administrador. Entre elas está a manutenção de uma presença digital com o desenvolvimento de uma página online. Já que ela é tão importante para alavancar as vendas, que tal conhecer o custo de ter um site?

Não basta “estar na internet”: com a evolução tecnológica crescente e mutante, investir em um bom website – que funcione 24 horas por dia, 7 dias por semana – tornou-se uma necessidade de quem quer ser encontrado com facilidade pelo público.

Alguns anos atrás somente grandes empresas conseguiam ter e gerenciar um website. Era necessário contratar um desenvolvedor e esperar longos meses para a infraestrutura ficar pronta. Agora tudo mudou! Em poucos cliques é possível registrar o nome do negócio na web e divulgar a marca. A seguir, explicamos o custo de ter um site e quais são os principais passos para colocá-lo no ar!

Como criar um site de um jeito simples

Algumas ferramentas facilitaram (e muito!) o desenvolvimento de páginas online para negócios de todos os tamanhos. Então, não importa se você é um profissional autônomo, pequeno ou médio empreendedor: sempre haverá uma solução disponível. Para ajudá-lo, listamos todos os itens necessários para ter um site:

Registro de domínio

O nome pode até ser estranho se você não é da área de TI, mas na prática a ideia é bem simples. O domínio é o endereço eletrônico de uma empresa e a forma com a qual as pessoas o encontrarão. Ele funciona como um aluguel: você paga anualmente para garantir a “propriedade” do mesmo durante o período. No Brasil, é feito pela registro.br. Veja o exemplo de um domínio:

Há várias modalidades de domínio “com.br; “.com”; “.net.br”, entre outros. A opção escolhida depende do segmento da empresa ou atuação profissional, bem como da disponibilidade daquele domínio desejado.

Plano de hospedagem

A qualidade da hospedagem interfere bastante nas indexações do Google. Portanto, é muito importante escolher um modelo ideal para o seu tipo de negócio, pois é nela que ficarão armazenados os dados da página, imagens e vídeos. Há diferentes tipos e compreender como eles funcionam é o primeiro passo para fazer a escolha certa:

  • Hospedagem compartilhada: alguns planos desse modelo abrigam centenas de sites em um ambiente e isso pode prejudicar o  desempenho da página. Nesse caso, o ideal é escolher uma hospedagem compartilhada que tenha isolamento de recursos de processamento e memória específicos para cada cliente.
  • Hospedagem dedicada: nesse plano de hospedagem o negócio tem um servidor só para ele. Isso permite um carregamento ágil do website, maior espaço de armazenamento e mais segurança, sendo recomendado para lojas de e-commerce e outras páginas que têm muito acesso.

Na hora de avaliar os diferentes planos, você também precisa dar atenção às regras praticadas pelos fornecedores. Modelos mais simples têm baixos limites de recursos, ausência de backups e outros serviços, aplicando suspensões temporárias para quem descumpre as regras.

Na dúvida, consulte diferentes fornecedores e registre as informações para fazer uma comparação de serviço, qualidade e preço.

Como você já deve ter percebido, a hospedagem é mais um custo de ter um site e seu valor dependerá da sua necessidade. Uma página institucional, por exemplo, exige apenas uma hospedagem básica.

Mas, caso seja um e-commerce ou um portal de notícias, é preciso verificar um plano mais completo para evitar os riscos de problemas. Nessa situação é importante ter uma equipe para planejar e disponibilizar uma infraestrutura escalável em cloud para suportar o crescimento do negócio.

Uso de plataforma CMS

Aqui está o recurso que permitirá a criação do site em poucos minutos. Os modelos de sistema CMS (Content Management System) foram criados para permitir que usuários do mundo inteiro possam criar páginas sem conhecimento em programação.

Incrível, não é mesmo? Agora você saberá como criar um site de um jeito simples, rápido e prático. Basta escolher o sistema CMS preferido e proceder com a instalação na sua hospedagem.

Você provavelmente já conhece a plataforma mais utilizada no mundo, apenas não sabe que é considerada um CMS. O WordPress é a ferramenta mais fácil de criar e gerenciar uma página online, pois tem variados temas disponíveis com diferentes funcionalidades. Veja:

Wordpress - custo de ter um site

Sim, você viu certo! São mais de 7 mil temas gratuitos disponíveis no WordPress. Eles têm algumas limitações de edições, mas atendem a muitos modelos de negócio.

E se houver necessidade de contratar um tema diferenciado, há outros websites que fornecem plataformas mais robustas com a cobrança de um valor. Então, a maior dificuldade será escolher o visual preferido da página da empresa diante de tantas opções.

Instalação do WordPress

Na Saphir você consegue instalar a plataforma de um jeito bem simples. Basta acessar a “Central de Cliente”, o menu “Meus Serviços” e clicar em “Gerenciar” a sua hospedagem. Você será encaminhado para outra página com um ícone de “Painel de Controle”.

Ao acessá-lo, é possível clicar em “Instalar WordPress” para fazer o processo automaticamente. Se preferir, você também pode entrar em contato e solicitar orientação com um de nossos especialistas.

Feito isso, é só seguir para as próximas etapas de criação do site.

Definição do tema

O painel do WordPress é didático e fácil de utilizar. Ao acessá-lo você conseguirá escolher o tema que melhor se encaixa com o perfil do negócio e adicionar plugins que facilitam a divulgação da marca. Exemplo:

Com alguns cliques a instalação do tema está pronta e já é possível fazer edições para adicionar o logotipo da empresa, seções, histórico e serviços desenvolvidos.

A plataforma também permite o desenvolvimento de conteúdos e adição de fotos para a companhia obter um bom posicionamento nos buscadores de pesquisa. Ou seja, se você pensa em desenvolver estratégias de marketing, ela é a melhor opção de custo-benefício para a empresa.

Aplicação de plugins

O WordPress conta com diferentes tipos de plugins para melhorar a usabilidade e ajudar os usuários que pretendem desenvolver estratégias de divulgação da empresa. Conheça alguns:

  • Yoast (para verificar o SEO);
  • MailChimp (para desenvolver e-mail marketing);
  • Elementor (para criar landing pages);
  • Contact Form (para gerenciar formulários de contato);

Há uma variedade de plugins para escolher. Contudo, evite exagerar nas instalações para não prejudicas a otimização do website.

Certificado SSL é um custo extra de ter um site

Esse pode ser considerado um custo extra de ter um website. Até pouco tempo atrás as páginas não eram “obrigadas” a utilizar o certificado digital. Todavia, em 2018 o Google emitiu um aviso oficial para avisar sobre a “penalização” das páginas sem o documento.

O que isso quer dizer? Você pode ficar sem contratar um certificado SSL para uma página institucional da empresa. Porém, ela aparecerá como “site inseguro” para os potenciais clientes. Então, se você prefere não correr riscos é melhor se prevenir e escolher uma opção, mesmo que seja a mais simples.

Já as lojas virtuais e as instituições financeiras devem contratar um certificado SSL robusto para evitar o sequestro de dados dos usuários. Logo, ele é um item de segurança que, além de passar confiabilidade ao seu público, também auxilia, por exemplo, no rankeamento em mecanismos de busca.

Afinal, qual é o custo de ter um site?

Como já explicamos ao longo do texto, o custo de ter um site dependerá de toda a infraestrutura utilizada. Uma página institucional, por exemplo, demandará:

  • a contratação de um domínio;
  • uma hospedagem adequada para suportar o volume de acessos;
  • a contratação do serviço de desenvolvimento da página ou o uso da plataforma WordPress.

Esses são os requisitos mínimos. Já se você se preocupa com a segurança da página e a credibilidade da empresa, também é importante incluir no custo de ter um site a contratação do certificado SLL.

Calma, não precisa se assustar! Ao fazer uma pesquisa e análise você perceberá que esses serviços têm um preço acessível para os modelos de pacotes mais simples.

O que abordamos nesse post é um exemplo dos requisitos mínimos e do custo de ter um site. Agora que você já sabe como criar uma página de forma simples e rápida, o que acha de desenvolver a sua?

A Saphir tem uma plataforma específica para a escolha do seu domínio e diferentes tipos de hospedagem. Sem contar a praticidade para instalar o WordPress. Quer saber mais? É só conferir o nosso website!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Precisa de ajuda? Ligue +55 49 3025.1900 ou

Converse conosco

top