Quais os serviços que podem rodar na nuvem? Confira!

Quais os serviços que podem rodar na nuvem

A cloud computing pode ter diversas aplicabilidades, atender segmentos diferenciados e ser uma verdadeira solução para o seu negócio. Praticamente toda atividade realizada dentro de uma empresa pode ser feita utilizando a nuvem.

O Brasil é o país da América Latina que mais investe no uso da cloud pública e privada. Segundo dados do estudo efetuado pela empresa norte americana Citrix, 57% das companhias já utilizam a nuvem para aperfeiçoar o uso de tecnologias. Contudo, ainda existe certa resistência de muitos gestores sobre as aplicabilidades e segurança dessa solução.

Neste post, separamos alguns exemplos de projetos que podem migrar para a nuvem a fim de melhorar a performance da equipe e do negócio. Veja quantas funcionalidades ela tem!

Hospedagem de sites

A computação em nuvem oferece a possibilidade de dar suporte às páginas de internet, principalmente as que precisam de alta capacidade de processamento. Ela suporta um maior tráfego de visitantes na página ao mesmo tempo, evitando que o site fique fora do ar.

Lojas virtuais

Os conhecidos e-commerces podem ser executados e armazenados na nuvem, sendo considerada a melhor opção para quem busca trabalhar com vendas online.

A cloud computing permite realizar grandes promoções, por exemplo, que podem gerar inúmeros acessos ao website. Qual é a vantagem? A loja não corre o risco de o usuário desistir de uma compra porque a página ficou indisponível durante o processo.

Disco virtual

A cloud computing permite que várias pessoas trabalhem, ao mesmo tempo, nos mesmos arquivos. Assim, um empresário que está viajando a negócios consegue acessar os arquivos no mesmo momento que um funcionário está executando a tarefa.

Logo, ele pode acompanhar tudo de “perto”, basta ter acesso à internet. É como se você estivesse dentro da empresa e ao lado do colaborador.

Backup

A cloud computing também permite realizar o backup de documentos, por meio da criação de rotinas. Assim, evita que você precise anotar na agenda os dias e os horários que deve realizar cópias dos arquivos.

A nuvem também é o espaço ideal para converter e armazenar arquivos por um prazo maior. Imagens, fotos e documentos de um arquivo público, por exemplo, podem ser copiados e enviados para a cloud a fim de preservar a história de uma cidade ou país.

Caso o estabelecimento sofra algum problema de incêndio ou enchente, como o que ocorreu no Museu Nacional, haverá uma versão dos arquivos em meio digital. Essa é uma maneira de proteger informações importantes, sem precisar manter inúmeras pastas físicas dos documentos.

ERP – Sistemas de gestão

A organização que utiliza um ERP (Enterprise Resource Planning) para gerenciar os dados do negócio, de clientes e fornecedores também pode migrar a plataforma para a nuvem.

Essa é uma maneira de aumentar o espaço disponível para armazenamento e gerenciamento de informações, uma vez que a cloud tem recursos ilimitados. Além disso, a companhia contratada para fornecer o serviço se torna responsável por monitorar os servidores e garantir a segurança da nuvem.

Outro benefício de migrar o ERP para a cloud computing é a facilidade de acessar o sistema de qualquer lugar com acesso à internet, seja por um dispositivo móvel ou um desktop. Isso aumenta a produtividade da equipe e dá mais agilidade à resolução de problemas ou pedidos de clientes.

Telefonia na nuvem

Você quer reduzir os custos de ligações telefônicas e a infraestrutura de sua empresa? A computação em nuvem também permite a instalação de sistemas de telefonia.

Isso possibilita que você acesse  o ramal de modo online, em qualquer lugar. Ou seja, você pode ter uma empresa no Brasil e no exterior e centralizar o seu sistema de telefonia na nuvem, tornando o custo muito mais barato.

E-mail corporativo

Muitas ferramentas de e-mail corporativo já estão vinculadas à nuvem, contudo, há alguns fornecedores que ainda não caminharam nessa direção. Essa é a melhor maneira de dar agilidade ao funcionamento da plataforma e proteger as informações trocadas com os clientes e fornecedores.

CRM

Muitas organizações já utilizam uma ferramenta de CRM (Customer Relationship Management) e não pretendem mudar de solução tão cedo, mas buscam a flexibilidade da cloud.

Nesses casos, migrar para a nuvem é uma maneira de levar mais agilidade ao uso da plataforma e liberar espaços de armazenamento das máquinas. Os dados podem ser facilmente acessados pelos usuários cadastrados, o que promove o ganho de produtividade.

Solução de desenvolvimento e teste

As companhias que utilizam ferramentas para desenvolvimento e testes também têm a ganhar ao migrar a solução para a nuvem. Isso desocupa os servidores físicos e leva mais rapidez ao uso da ferramenta. A máquina, inclusive, pode ser utilizada para outra função enquanto a plataforma faz o teste.

Logo, migrar para a nuvem é uma maneira de liberar espaços em servidores internos ou nas máquinas dos funcionários. Isso leva mais rapidez ao desenvolvimento de tarefas, segurança em relação aos dados e um potencial de ampliação do espaço de armazenamento sempre que a companhia precisar.

Ficou interessado e quer saber mais sobre como funciona a nuvem? Acesse o nosso e-book com informações completas sobre cloud computing!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Precisa de ajuda? Ligue +55 49 3025.1900 ou

Converse conosco

top