O que você precisa saber sobre domínios

O que você precisa saber sobre domínios

Saber de cor números do RG, CPF e de alguns telefones é algo simples. Da mesma forma, gravar mentalmente endereços de sites que acessamos diariamente é uma prática comum. Mas, especialmente no caso das URLs, isso só é possível graças a um sistema criado para identificar esses endereços. Os domínios são, tecnicamente, códigos numéricos, porém, para facilitar o acesso dos usuários eles recebem um determinado nome como “www.saphir.com.br“.

Então, se você pensa em criar um site para a empresa ou um e-mail corporativo, precisará escolher um domínio. Quer compreender melhor este assunto? Acompanhe!

O que é um domínio?

Domínio é o termo utilizado para identificar um conjunto de computadores na internet. Ele foi criado para facilitar a pesquisa e memorização dos usuários da web. Assim, em vez de digitar um código numérico complexo, basta pensar no nome da companhia para criar um “endereço virtual”.

Sendo assim, geralmente é criado um domínio com o nome da empresa e mais uma extensão: “.com”, “.com.br”, “.net.br”, entre outras opções. Por exemplo:

Para que serve a extensão do domínio?

A extensão tem o papel de identificar qual é o propósito do site, como a venda de um produto ou serviço, a identificação de uma organização governamental, de pessoas jurídicas ou profissionais liberais.

A denominação “.br” sinaliza qual é o país de origem do domínio, nesse caso, o Brasil. Um final “.it”, por exemplo, indicaria a origem na Itália. Já as versões “.com” são consideradas internacionais. Há uma variedade ampla de extensões disponíveis, as principais são:

  • .com;
  • .com.br;
  • .net;
  • .org;
  • .info;
  • .edu.

Há uma diversidade de modelos existentes que caracterizam determinado tipo de atividade. Veja:

Genéricos

São indicados para pessoas físicas ou jurídicas:

  • ART.BR – Artes: música, pintura, folclore;
  • COM.BR – Atividades comerciais;
  • ECO.BR – Atividades com foco ecoambiental;
  • EMP.BR – Pequenas e microempresas;
  • NET.BR – Atividades comerciais;
  • ONG.BR – Atividades não-governamentais individuais ou associativas.

Profissionais liberais

Esses modelos são apenas para pessoas físicas. Veja:

  • ADM.BR – Administradores;
  • ADV.BR – Advogados;
  • ARQ.BR – Arquitetos;
  • ATO.BR – Atores;
  • BIO.BR – Biólogos;
  • BMD.BR – Biomédicos;
  • CIM.BR – Corretores;
  • CNG.BR – Cenógrafos;
  • CNT.BR – Contadores;
  • ECN.BR – Economistas;
  • ENG.BR – Engenheiros;
  • ETI.BR – Especialista em Tecnologia da Informação;
  • FND.BR – Fonoaudiólogos;
  • FOT.BR – Fotógrafos;
  • FST.BR – Fisioterapeutas;
  • GGF.BR – Geógrafos;
  • JOR.BR – Jornalistas;
  • LEL.BR – Leiloeiros;
  • MAT.BR – Matemáticos e Estatísticos;
  • MED.BR – Médicos;
  • MUS.BR – Músicos;
  • NOT.BR – Notários;
  • NTR.BR – Nutricionistas;
  • ODO.BR – Dentistas;
  • PPG.BR – Publicitários e profissionais da área de propaganda e
  • Marketing;
  • PRO.BR – Professores;
  • PSC.BR – Psicólogos;
  • QSL.BR – Rádio amadores;
  • SLG.BR – Sociólogos;
  • TAXI.BR – Taxistas;
  • TEO.BR – Teólogos;
  • TRD.BR – Tradutores;
  • VET.BR – Veterinários;
  • ZLG.BR – Zoólogos;

Pessoas Jurídicas

Essas extensões de domínio não apresentam restrições para as pessoas jurídicas:

  • AGR.BR – Empresas agrícolas, fazendas;
  • ESP.BR – Esporte em geral;
  • ETC.BR – Empresas que não se enquadram nas outras categorias;
  • FAR.BR – Farmácias e drogarias;
  • IMB.BR – Imobiliárias;
  • IND.BR – Indústrias;
  • INF.BR – Meios de informação (rádios, jornais, bibliotecas,
  • Etc.);
  • RADIO.BR – Empresas que queiram enviar áudio pela rede;
  • REC.BR – Atividades de entretenimento, diversão, jogos, etc;
  • SRV.BR – Empresas prestadoras de serviços;
  • TMP.BR – Eventos temporários, como feiras e exposições;
  • TUR.BR – Empresas da área de turismo;
  • TV.BR – Empresas de radiodifusão ou transmissão via Internet de
  • sons e imagens;

Já as denominações abaixo apresentam restrições, ou seja, só podem ser utilizadas por organizações que correspondem ao objetivo proposto:

  • AM.BR – Empresas de radiodifusão sonora;
  • COOP.BR – Cooperativas;
  • FM.BR – Empresas de radiodifusão sonora;
  • G12.BR – Instituições de ensino de primeiro e segundo grau;
  • GOV.BR – Instituições do Governo Federal;
  • MIL.BR – Forças Armadas Brasileiras;
  • ORG.BR – Instituições não-governamentais sem fins lucrativos;
  • PSI.BR – Provedores de serviços de internet;
  • DNSSEC obrigatório
  • B.BR – Bancos;
  • DEF.BR – Defensorias Públicas;
  • JUS.BR – Instituições do Poder Judiciário;
  • LEG.BR – Instituições do Poder Legislativo;
  • MP.BR – Instituições do Ministério Público

Quem pode registrar um domínio?

Qualquer pessoa ou empresa pode registrar um ou mais domínios, desde que mantenha um registro em território nacional (CPF ou CNPJ). As companhias estrangeiras só conseguem fazer o cadastro por meio de um procurador estabelecido legalmente no Brasil.

Como escolher e fazer o registro?

O ideal é buscar uma empresa especializada em registro de domínios e hospedagem de sites para realizar a pesquisa e cadastro. Ela apresentará um banco de pesquisa para você identificar se a opção desejada está disponível. Veja o exemplo abaixo:

escolher domínio

Nesse caso, o domínio desejado não está disponível. Então, é necessário pensar em uma alternativa semelhante. Em outras situações, basta trocar a denominação de “.com.br” para “.com” a fim de manter o nome desejado.

Existem especificações para registrar um domínio?

Sim. Para registrar um domínio, é preciso seguir algumas regras estabelecidas pelos órgãos que regulamentam o cadastro. Elas podem variar dependendo da extensão desejada (.com, .com.br, .net).

Além disso, também é necessário dar atenção a outras determinações:

  • o domínio deve conter no mínimo 3 e no máximo 26 caracteres válidos (letras, números e hífen).
  • em alguns casos, o domínio não pode ser registrado contendo somente números.
  • domínios “.nom.br” devem obrigatoriamente conter um ponto. Exemplo: nome.sobrenome.nom.br.
  • o nome do domínio não pode conter letras maiúsculas, letras acentuadas e espaços entre outros caracteres.

Depois de selecionar o domínio já é possível ter um site?

Ainda não. O registro corresponde apenas ao nome da companhia. Para ter um espaço na web para criar o website é fundamental escolher um plano de hospedagem. Ele funciona como um local onde todos os arquivos do endereço eletrônico serão armazenados e gerenciados.

Depois, ainda será preciso planejar o desenvolvimento da página online, pois é nesse estágio que entram as definições de cores, textos e design. Nesse caso, você pode optar por contratar uma empresa especializada nesse tipo de trabalho ou buscar um modelo mais prático de criação de site rápido e intuitivo.

Alguns templates disponíveis na internet já disponibilizam formatos pré-moldados que podem ser adaptados ao gosto do cliente.

Muitos deles incluem características essenciais para a página ser encontrada pelos usuários, como carregamento rápido em dispositivos móveis e preparação para SEO (Search Engine Optimization).

Quais são as vantagens de criar um domínio para o negócio?

O principal benefício é a garantia de que aquela denominação não será utilizada por outra empresa. Confira outras vantagens:

Alcance nas pesquisas

Você se lembra que nós mencionamos sobre o SEO? Então, ele permite que o site da empresa seja encontrado pelos buscadores de pesquisa (Google, Bing e Yahoo).

Quanto melhor for o uso das palavras-chave e das estratégias de marketing, mais fácil será de obter boas posições nas indicações orgânicas (gratuitas). Logo, também aumentam as oportunidades de atrair clientes para o negócio.

No exemplo abaixo, o website conquistou um destaque do buscador:

destaque buscador

Credibilidade da marca

Manter um domínio para a empresa demonstra profissionalismo e preocupação com a imagem. Afinal, os clientes poderão saber tudo sobre a companhia, desde o tempo de atividade, satisfação dos clientes e atividades desenvolvidas.

Promoção da empresa

Ao criar um domínio e um endereço virtual, você também pode planejar campanhas de marketing para atrair e reter clientes. E isso se refletirá em ganhos financeiros para a companhia. Conheça algumas ações que podem ser executadas:

  • desenvolvimento de blog posts;
  • divulgação nas redes sociais;
  • promoção da companhia no Google Ads.

Conte com a Saphir

Ainda tem dúvidas sobre como registrar um domínio e criar um website para o perfil do seu negócio? Não tem problema. A Saphir tem uma equipe experiente que pode ajudá-lo nesse processo.

Entre em contato e conheça as nossas soluções!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Precisa de ajuda? Ligue +55 49 3025.1900 ou

Converse conosco

top