O que é data driven e como usá-lo de forma estratégica?

O que é data driven e como usá-lo de forma estratégica

Quem gerencia uma empresa costuma estar atento às demandas do mercado, à concorrência e às necessidades dos clientes. Contudo, nem sempre é fácil tomar uma decisão baseada apenas em fatos. O data driven tem o propósito de auxiliar os gestores nessa questão, ao fornecer dados relevantes para a tomada de decisões.

Esse conceito já é utilizado em muitas empresas da área de marketing, pois elas precisam considerar as ações dos leads (potenciais clientes) para gerar conteúdos e engajamento com  a marca. Mas, como aplicar o data driven em outras áreas do negócio? É sobre isso que explicamos a seguir!

Qual é o conceito de data driven?

O termo data driven significa que uma empresa ou pessoa toma suas decisões com base em dados, e não com base em experiências passadas ou intuição. Ser orientado por dados é a melhor forma de tomar decisões acertadas para um negócio, pois o gestor consegue analisar melhor o mercado e suas mudanças.

Valorizar a coleta e análise de dados para decidir o futuro da empresa é o melhor caminho dentro de um cenário cada vez mais competitivo. Isso permite ter informações confiáveis e relevantes para diferentes áreas do negócio como: vendas, finanças, gestão de equipes, entre outros.

O gestor com mindset voltado ao data driven consegue entender melhor determinados processos realizados pelos seus clientes, por exemplo, e que resultam (ou não) em uma venda. Veja alguns exemplos:

  • qual é o perfil do cliente que compra o meu produto (ferramentas de coleta de dados reúnem informações desse gênero);
  • quais foram as etapas que o potencial cliente passou antes de efetuar uma compra?
  • determinado cliente é vantajoso para o meu negócio?
  • qual é o percentual que posso baixar em um produto para melhorar a negociação com o cliente?

Logo, empresas que se baseiam na análise de dados conseguem melhorar a prospecção de clientes, calcular a margem de lucro de seus produtos e planejar o crescimento dos negócios.

Como aplicar data driven no negócio?

Agora que você já entendeu a importância de ter uma visão orientada por dados, vamos aos exemplos de como implementar essa metodologia na empresa. Veja:

Cultura data driven

De nada adianta ter a melhor tecnologia para utilizar se as pessoas que a utilizam não dão valor aos dados coletados. Por isso, o primeiro passo para ter sucesso é trabalhar a cultura da empresa.

O gestor precisa organizar, junto com a equipe, os processos, práticas a serem aplicadas e métricas de acompanhamento dos resultados. Com o tempo, as pessoas vão aprendendo a pensar e solucionar as situações com base na análise dos dados.

Processos

Outra prática importante para implementar na empresa é a integração de processos e dados. As informações não devem ficar isoladas no computador de um colaborador, pois o ideal é dar acesso aos dados para os demais indivíduos que possam precisar deles.

Logo, a computação em nuvem torna-se uma aliada na organização e compartilhamento dos dados do negócio, pois o ambiente pode ser acessado por diferentes indivíduos e em variadas máquinas ao mesmo tempo.

Uso de tecnologias

Por último, pode-se dizer que a cultura data driven só funciona se você tiver as tecnologias necessárias para fazê-la funcionar. Na área de marketing, por exemplo, existem plataformas de automação de marketing que fazem a captura de dados das pessoas – o que contribui para gerar informações sobre o perfil do potencial cliente.

No setor de vendas, por sua vez, as ferramentas de CRM (Customer Relationship Management) auxiliam na gestão das informações dos clientes e análise de dados sobre o processo de negociação.

Assim, é possível criar relatórios de todo o processo – desde o momento em que uma pessoa tem o primeiro contato com a empresa até o fechamento da venda.

É claro, há ainda outras tecnologias para diferentes setores, cada uma com sua funcionalidade. O ERP (Enterprise Resource Planning), por exemplo, auxilia a integrar os processos e setores da empresa. Qual plataforma você deve utilizar? Não existe uma resposta pronta, pois tudo depende do perfil e das necessidades do seu negócio.

E aí, gostou de conhecer mais sobre o data driven e os benefícios de aplicá-lo no negócio? Então, aproveite para ver como esse conceito está diretamente relacionado ao big data.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Precisa de ajuda? Ligue +55 49 3025.1900 ou

Converse conosco

top