Esclarecemos 6 mitos da segurança da informação

Esclarecemos 6 mitos da segurança da informação

Você sabe dizer quão eficiente é a segurança da informação dentro da sua empresa? Garantir a disponibilidade, confidencialidade e integridade dos dados corporativos é essencial para uma operação confiável, otimizada e preparada para o mercado.

Para te ajudar a criar uma TI mais segura, algo tão importante para a saúde de uma empresa, resolvemos quebrar 6 mitos da segurança da informação. É hora de mudar a forma como você vê o assunto e se planejar para proteger seu sistema da melhor forma possível. Vamos lá?

1. Ataques são, em sua maioria, sofisticados

Esse é um dos grandes mitos da segurança da informação que é bom derrubar logo de cara. Donos de empresa e até alguns profissionais da área deixam de buscar soluções em segurança por acharem que terão que investir alto se quiserem garantir uma proteção eficiente.

A verdade é que grande parte das ameaças a um sistema empresarial podem ser evitadas com controles internos simples e a implementação de boas práticas de segurança na TI. O controle da rede, como bloqueios de IP e uma configuração adequada de firewall podem ser suficientes até para evitar ataques no nível 7 das aplicações.

2. Equipamentos novos são mais seguros

Em parte, este é um mito quase verdadeiro — equipamentos e softwares antigos tendem a perder o suporte e novas atualizações de segurança.

Mas a questão que confunde nesse caso é pensar que a simples aquisição de novos dispositivos garante a segurança. Não é raro que aparelhos saiam da caixa já com uma defasagem de proteção a ameaças. Além disso, o próprio relaxamento do profissional encarregado de controlar o sistema é uma brecha para novos ataques.

3. Atualizações só servem para deixar o sistema mais lento

Falando em atualizações, é comum ver departamentos de TI mal geridos que acreditam se garantir na segurança e pulam atualizações por uma possível perda de performance.

É verdade que, em alguns casos, uma nova versão de software pode sobrecarregar uma máquina mais antiga, mas, nesse caso, é preferível que o hardware seja trocado — já que as atualizações são importantes aliadas da segurança, oferecendo patches para corrigir brechas no código.

4. Criptografia é só para grandes empresas

Essa você já sabe, mas é sempre bom reforçar: a criptografia de dados sensíveis não é uma tecnologia superavançada e usada apenas por governos e grandes empresas como vemos nos filmes.

A criptografia é uma ferramenta poderosa tanto para a proteção de dados quanto para o controle de acesso e eficiência do sistema. Com um bom provedor de serviço em nuvem e uma parceira tecnológica auxiliando sua implementação, essa tecnologia pode ser uma realidade para qualquer negócio.

5. É melhor focar na resposta do que na prevenção

É impossível criar um sistema 100% imune a ameaças — isso é um fato. Mas o mito nesse caso é de que, já que não é possível prevenir, o melhor é focar todos os esforços da TI na resposta a crises.

É claro que seu tempo de reação é importante, mas não se deve nunca deixar a prevenção de lado. Além de diminuir consideravelmente os riscos, uma TI segura hoje facilita a correção de problemas no futuro.

6. A nuvem não é segura

Um dos mitos da segurança da informação mais difundidos, é hora de mudar essa ideia de que sistemas baseados na nuvem estão menos protegidos do que em um servidor interno.

Um bom provedor de cloud computing oferece a qualquer empresa todas as camadas de proteção presentes no servidor próprio e ainda mais, sem qualquer possibilidade de troca ou vazamento de informações entre clientes.

Mais importante do que isso: se um sistema 100% seguro é impossível, é muito melhor confiar a capacidade de resposta a uma empresa parceira que tenha um time especialista para garantir a proteção dos seus dados.

Afinal, todos os mitos da segurança da informação podem ser quebrados com estudo, planejamento, organização de processos e monitoramento.

E se o que você busca é controle e otimização, a nuvem pode sim ser o caminho mais seguro para o crescimento no mercado. Para saber mais sobre o assunto, que tal ler o e-book  guia completo do cloud computing?

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Precisa de ajuda? Ligue +55 49 3025.1900 ou

Converse conosco

top