Como escolher o sistema de gerenciamento de conteúdo (CMS)?

Saiba como escolher o sistema de gerenciamento de conteúdo para as necessidades do seu negócio

Você já deve ter percebido que empresas de diferentes portes e segmentos têm um site para divulgar as atividades do negócio. O que você talvez não saiba, é que muitas delas não gastam muito dinheiro com o desenvolvimento de site, pois elas dão preferência a um sistema de gerenciamento de conteúdo (CMS).

Esse modelo de ferramenta é muito simples de utilizar e mais econômico do que criar um site do zero. Além disso, já traz variados temas prontos para o usuário escolher, o que reduz muito o tempo de lançamento da página. Você pode estar se perguntando: como escolher o sistema de gerenciamento de conteúdo ideal para a minha companhia? É sobre isso que falaremos a seguir!

O que considerar na hora de escolher o sistema de gerenciamento de conteúdo?

Em primeiro lugar, você deve definir qual é o objetivo do seu site. Em seguida, precisa pensar em qual profissional da empresa fará a gestão dos conteúdos e atualizações necessárias. A partir daí, será mais fácil de definir qual é o melhor modelo de software com base no background das pessoas envolvidas no processo. Veja o que levar em conta na hora da escolha do CMS:

Infraestrutura

Avalie como será a utilização da plataforma ao longo do tempo. Ter suporte a vários idiomas pode não fazer sentido neste momento, mas no futuro pode ser algo vital para seu negócio, e sua plataforma de gerenciamento de conteúdo deverá ter este suporte, outras funcionalidades como subdomínios, loja virtual, capacidade de armazenar contatos de formulários. Tudo isso precisa ser avaliado antes de selecionar a plataforma ideal para o seu negócio.

Plataforma fácil de usar

Se você não tem profissionais de TI dentro da empresa para dar suporte e fazer as atualizações dos códigos HTML quando precisar, o ideal é optar por um sistema de gerenciamento de conteúdo fácil de utilizar.

Isso trará mais produtividade para sua equipe, reduzindo o tempo necessário para aprender a utilizar cada funcionalidade. Além disso, a simplicidade auxilia que os profissionais mantenham o foco no que realmente importa: a produção de conteúdos que vão engajar o público e falar sobre a área de atuação da empresa.

Flexibilidade de aplicação

Alguns modelos de CMS proporcionam tantos recursos que o empreendedor pode escolher para qual objetivo utilizará a plataforma. O WordPress, por exemplo, suporta desde blogs, sites corporativos, cursos online até lojas virtuais.

É claro, também é importante contar com uma boa hospedagem para suportar a quantidade de acessos diários. O Joomla também pode ser usado para o e-commerce, contudo, já tem uma estrutura um pouco mais complexa de gerenciar.

Também é interessante avaliar a quantidade de plugins disponíveis, pois eles auxiliarão você a agregar funcionalidades à ferramenta. Veja quantas utilidades eles podem ter:

  • Identificação do bom uso de SEO;
  • Integração com plataformas de automação de marketing;
  • Criação de formulários de contato;
  • Integração com ferramentas de gestão de mídias sociais.

Segurança das informações

Outro critério que precisa ser considerado é a segurança que o CMS proporciona para os dados da companhia. Algumas plataformas recebem atualizações mais frequentes de seus códigos, sendo necessário apenas clicar na nova versão para promover a mudança.

Você deve dar atenção a esse fator e promover as atualizações sempre que elas forem lançadas. Também é importante verificar as vulnerabilidades dos temas ou plugins. Para saber qual escolher, verifique as avaliações dos demais usuários e dê preferência para os temas pagos.

Somado a isso, é possível escolher um provedor de hospedagem de site que fornece outros requisitos de segurança, como o antispam e o backup de informações. Assim, a página do negócio ganha uma proteção extra contra os crimes virtuais.

Como manter o CMS em perfeitas condições?

Algumas práticas simples do dia a dia ajudam a manter a segurança e agilidade da plataforma. Veja:

  • Faça atualizações constantes do sistema;
  • Utilize senhas fortes (nada de 123456);
  • Use plugins, mas não exagere;
  • Fique atento às novidades do CMS;
  • Participe dos grupos de discussão ou suporte.

Agora você já sabe tudo que precisa para saber como escolher o sistema de gerenciamento de conteúdo ideal para o negócio. Lembre-se de que não existe fórmula certa, tudo depende do objetivo da utilização e do conhecimento prévio sobre as linguagens de programação e códigos HTML.

Quer saber mais detalhes sobre ferramentas CMS? Conheça como funciona o WordPress!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Precisa de ajuda? Ligue +55 49 3025.1900 ou

Converse conosco

top