Cloud Broker: o que é, como funciona esse serviço?

Cloud Broker: o que é, como funciona esse serviço

Talvez você ainda não saiba, mas um dia precisará contratar serviços de um Cloud Broker. Calma, não precisa se assustar, pois explicaremos essa ideia no artigo!

Uma projeção da Gartner, consultora mundial de tecnologia, calculou um crescimento de 17,5% nos serviços de cloud computing em todo o mundo. Isso significa mais de 214 bilhões de dólares investidos na solução.

O que isso tem a ver com o seu negócio? Provavelmente, no momento em que decidir expandir a empresa ou ter mais segurança de dados você procurará por um Cloud Broker. Ele é o parceiro ideal para migrar as informações mais relevantes para nuvem com a tranquilidade que você precisa.

Quer entender melhor este conceito? Explicamos mais sobre o serviço, sua função e vantagens a seguir!

Afinal, o que é um cloud broker?

O Cloud Broker é, basicamente, um negócio especializado em oferecer serviços em cloud que se encaixam no perfil de cada cliente. O “corretor de nuvem”, como também é conhecido, faz a intermediação entre um fornecedor – como IBM e AWS – e uma empresa que necessita do serviço.

O trabalho de corretagem tem como princípio aconselhar a organização sobre os recursos mais adequados para as suas necessidades. Para isso, o Cloud Broker realiza conversas com o cliente para identificar qual será o uso do ambiente e o espaço necessário de armazenamento.

Seguindo essa lógica, ele faz uma consultoria e disponibiliza um serviço customizado de infraestrutura utilizando recursos dos melhores fornecedores do mercado.

Como funciona esse serviço?

O corretor em nuvem atua como um facilitador no processo de transição da infraestrutura da empresa para a nuvem. Para tanto, orienta o cliente sobre as melhores práticas para utilizar a solução e realizar o gerenciamento de dados.

Muitas vezes, o Cloud Broker também gerencia e monitora a infraestrutura do cliente para identificar possíveis falhas em processos ou a necessidade de readequação do serviço utilizado.

Aqui na Saphir, por exemplo, uma equipe acompanha no dia a dia como está o uso da infraestrutura por cada cliente. Por inúmeras vezes os profissionais já precisaram recomendar uma ampliação do espaço de armazenamento, pois perceberam que a companhia teve um crescimento no número de dados e estava prestes a chegar ao limite.

Há ainda situações em que o cliente contrata uma infraestrutura maior e com o tempo o processamento necessário diminui. Nesses casos, ele é aconselhado a diminuir os recursos contratados, o que também gera economia.

Quais são as vantagens de contratar um serviço com cloud broker?

Se você chegou até aqui é porque se interessou pelo assunto e já compreendeu como funciona o serviço do corretor em nuvem. Talvez agora esteja se perguntando: quais são as vantagens de contratar o serviço com um parceiro no Brasil em vez de optar por um contrato direto com o fornecedor? Esclarecemos essas dúvidas a seguir:

Menor preocupação com os impostos

A contratação de serviços de cloud computing exige o pagamento de impostos. O percentual, muitas vezes, ultrapassa os 39%. O corretor em nuvem se responsabiliza pela análise tributária e recolhimento dos valores devidos, logo, você tem uma preocupação a menos com esse assunto.

Equipe técnica para dar suporte

Já falamos que o corretor é um especialista em serviços em nuvem. Sendo assim, ele mantém uma equipe técnica qualificada para dar suporte aos clientes e esclarecer eventuais dúvidas que surgirem durante o uso da infraestrutura.

E o melhor: todas as informações são repassadas em português, o que facilita muito a resolução dos problemas. Já se você opta pela contratação direta com o fornecedor, provavelmente receberá um atendimento em inglês e não conseguirá customizar a solução conforme a sua necessidade.

Facilidade na negociação

O parceiro fará o estudo completo para fornecer a infraestrutura mais adequada para as necessidades da organização. Ele ainda faz um planejamento do processo de migração para que tudo ocorra com segurança e tranquilidade.

Dessa maneira, você tem um serviço de qualidade, alta performance e escalabilidade para acompanhar o crescimento do negócio.

Pagamento ao cloud broker

Contratar o serviço com um parceiro traz outra facilidade para a companhia: pagamento em moeda local e melhor custo-benefício. Afinal, os recursos serão customizados para a empresa, sem que você precise pagar por soluções que não utiliza.

E se em algum dia precisar aumentar ou reduzir a infraestrutura é simples, você só precisa entrar em contato e explicar que sua necessidade mudou.

Dica extra: lembre-se de ler as informações contidas no contrato SLA do corretor em nuvem para saber como são feitos os atendimentos conforme o nível de urgência de cada chamado.

E aí, já deu para compreender melhor o que é um cloud broker e como funciona esse serviço? Então, aproveite para continuar a leitura do nosso blog! Temos um post especial que mostra como a computação em nuvem auxilia as pequenas e médias empresas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Precisa de ajuda? Ligue +55 49 3025.1900 ou

Converse conosco

top