5 benefícios de migrar o ERP para a nuvem

Benefícios de migrar o ERP para a nuvem

O software de gestão empresarial é utilizado por organizações que precisam integrar processos, controlar as informações e acompanhar o crescimento do negócio. Ao migrar o ERP para a nuvem o empreendedor pode se beneficiar ainda mais dessa plataforma, uma vez que ela fica disponível para acesso remoto.

Uma solução que funciona na cloud também permite que o espaço de armazenamento cresça conforme a demanda da companhia. Quer saber por que migrar o ERP para a nuvem traz benefícios ao negócio? Acompanhe!

Evolução da cloud no mundo

Um estudo da Gartner prevê que a cloud computing representará 300 bilhões de dólares nos negócios até 2021. Os serviços de tecnologia estão crescendo de 2% a 3% ao ano, enquanto a área de computação em nuvem tem um aumento de 18%.

A verdade é que muitos gestores já pensam em migrar o ERP para a nuvem, contudo, ainda têm ressalvas sobre os benefícios desse serviço. Além disso, o processo de migração depende de um planejamento e organização por parte da companhia.

Benefícios de migrar o ERP para a nuvem

Compreenda as principais vantagens do uso dessa tecnologia na sua empresa:

1.Ampliação da produtividade

É comum que os profissionais de TI de uma organização precisem parar suas atividades para resolver os problemas ocorridos no sistema ERP (Enterprise Resource Planning). Consequentemente, isso afeta a produtividade dos colaboradores.

Em outros casos a situação é ainda pior: a companhia não tem uma equipe própria e precisa buscar um auxílio emergencial, sem fazer muitas pesquisas sobre os principais fornecedores.

Quando o ERP é transferido para a nuvem, os profissionais da empresa ficam disponíveis para realizar as demandas do setor, enquanto uma equipe externa (previamente contratada por meio de um SLA) monitora o desempenho do sistema. Assim, evita-se contratempos e paradas nas demandas da organização

2.Acesso remoto

O ERP que funciona na nuvem fica disponível para os colaboradores em qualquer lugar com acesso à internet. Dessa maneira, eles conseguem verificar informações durante uma reunião com os clientes. Também é possível incluir ou gerenciar dados durante viagens de negócios. Tudo isso gera mais agilidade na rotina empresarial, permitindo que o sistema seja visualizado, inclusive, em mobiles.

3.Flexibilidade e escalabilidade

A empresa ganha em flexibilidade quando opta por migrar o ERP para a nuvem. Essa tecnologia disponibiliza uma capacidade muito maior de armazenamento de informações. Em longo prazo, isso gera ganhos para o negócio. Em vez de precisar adquirir novos servidores, por exemplo, o gestor pode optar por contratar mais espaço na cloud para os seus arquivos.

Ou seja, a solução facilita a customização da quantidade de dados necessários, por meio da contratação de pacotes sob demanda.

4.Segurança para os dados empresariais

Os dados armazenados em cloud passam por backups frequentes, o que garante mais segurança para as informações da companhia. Assim, os funcionários conseguem desempenhar as atividades até nos momentos de atualização da ferramenta.

5.Diminuição dos custos

A empresa diminui o uso do espaço físico na organização a partir do momento que decide migrar o ERP para a nuvem. Além do mais, não é necessário adquirir novos data centers sempre que faltar espaço para abrigar os arquivos da corporação.

Logo, isso diminui os custos de manutenção das máquinas. A medida ainda reduz a necessidade de manter uma equipe interna de TI. As atualizações e ampliações dos espaços são feitos pela fornecedora da solução em nuvem, que mantém uma equipe especializada para esclarecer qualquer dúvida dos funcionários.

Percebeu como é possível obter muitas vantagens ao migrar o ERP para a nuvem? O uso dessa tecnologia favorece o crescimento do negócio.

Aproveite para continuar a visita ao blog e compreender como funciona uma cloud gerenciada.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Precisa de ajuda? Ligue +55 49 3025.1900 ou

Converse conosco

top